Informações de contato: (19) 3466.9650 | contato@fenixfabril.com.br

Inspiramais 2018, destaques em sustentabilidade e inovação

Planta de uma confecção 4.0 onde a roupa fica pronta em 30 minutos; etiquetas digitais com tecnologia de realidade aumentada; estamparia autoral com inspiração e desenvolvimento 100% brasileiro; fios biodegradáveis para o desenvolvimento do vestuário; bolsas e sapatos que após três anos de descarte se decompõem. Foi diante deste cenário que o Inspiramais encerrou mais uma edição (realizada nos dias 16 e 17 de janeiro, em São Paulo) marcada pela apresentação de projetos que prezam pela pesquisa e busca da inovação sustentável, tecnológica, empresarial e de design com identidade brasileira. A Abit foi uma das apoiadoras do evento.

A Entidade esteve representada na coletiva de imprensa por seu presidente, Fernando Pimentel, respondendo questões sobre a indústria 4.0 no Brasil e sobre o setor têxtil. A Associação também marcou presença no painel “Laboratório de Moda Sustentável – Por um setor do vestuário mais sustentável”, do qual Luiza Medeiros, da área de Sustentabilidade da Abit, participou.

Entre as novidades, o Salão anunciou que as próximas edições não ficarão presas a nomenclatura de estações. “Vamos deixar de denominar Inverno e Verão e, agora, vamos chamar de 2019 I e II”, anunciou Walter Rodrigues, respondendo como o coordenador do Núcleo de Design da Assintecal. Ele mesmo explicou: “Estamos querendo estabelecer a “não data” de validade de um produto. No ano, não teremos mais uma referência do Verão ou Inverno de 2019”, explicou.

O evento reuniu também empresários e formadores de opinião da Europa e da América Latina, que puderam conferir o lançamento de mais de 900 materiais para a estação na busca de inspiração para o desenvolvimento de suas coleções. Foram realizadas mil rodadas de negócios, que geraram USD 3,5 milhões de negócios imediatos - e estimativa desse número dobrar a médio e longo prazo. Foram 148 empresas apresentando seus produtos para o público visitante voltados à moda calçadista, confeccionista e moveleira.

“O Inspiramais tornou-se fundamental para o desenvolvimento e construção de produtos de moda, seja na indústria têxtil e de confecção, no setor calçadista, joias, acessórios ou mobiliários. A cadeia da moda busca a produção de produtos com identidade legitimamente brasileiros e o Inspiramais é o início de todo o pensamento e construção dos produtos de moda”, ressaltou Milton Killing, Presidente da Assintecal (Associação Brasileira das Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos).

Um dos destaques do Inspiramais foi a apresentação da planta-modelo de Confecção 4.0 do SENAI CETQT. O projeto marca a integração entre os espaços virtuais e físicos – ligando consumidor, produtos, máquinas, softwares, sistemas produtivos e a cadeia de suprimentos e distribuição. O protótipo, criado pelo SENAI CETQT, com apoio da Abit demonstrou parte do processo de como funcionará esta nova indústria, tornando possível visualizar uma operação que está sendo implantada no setor.

Outro ponto alto do Salão foi o Espaço Sustentabilidade, que apresentou propostas como o fio da Rhodia, o Amni Soul Eco - o primeiro fio de poliamida biodegradável do mundo. Os visitantes puderam conferir também o fio Stahl Evo (Piñatex®), desenvolvido com a fibra do abacaxi pela Stahl. A Cofrag trouxe tecidos biodegradáveis, destinados ao mercado de confecção e calçados e a ITM expôs seu Ecofio com aparas de algodão. A área também contou com palestras gratuitas, onde a pauta foi soluções inovadoras em iniciativas e materiais sustentáveis no mercado de moda brasileiro.

Fonte: www.abit.org.br